Image
E013
João Nunes

_

28.10.2020

Chegar ao episódio 13 com um convidado como o João Nunes é motivo de celebração. 

Ouço falar do João desde criança. Nestes últimos dias, em conversa com os meus pais, foram-me relatando momentos passados nos anos 80 em que estivemos sentados à mesma mesa. O João, já então um reconhecido designer e eu, com 6 ou 7 anos, eventualmente farto de os ouvir falar e a contar os minutos para irmos andar de canoa no rio Minho. 

Foram precisos uns bons 30 e poucos anos para me sentar à mesa com esta figura inquietante que gosta de pensar e que, com destreza, recruta filósofos para as conversas. É, provavelmente, daí que vem a proximidade ao pensamento de Espinoza: Deus é a natureza. “O meu Deus é a natureza”, diz o João Nunes durante esta conversa. 


Bio:

João Manuel Nunes Tavares Nunes, nascido em 1951, é um designer do nosso tempo com o pensamento posto no futuro. Activista, crítico e socialmente responsável. É, nas palavras do próprio, um nómada analógico com um machado como ferramenta. 

Formado em design gráfico pela Faculdade de Belas Artes do Porto, desde cedo se destacou no panorama do design em Portugal. Fundou o seu atelier em 1989 e foi, ao longo dos anos, convidado a participar em várias exposições internacionais, publicado e citado em revistas e livros especializados e o seu trabalho premiado nos mais importantes concursos de design internacionais. Dedicou-se também ao ensino na Universidade de Aveiro.

Na década de noventa, idealizou e produziu toda a comunicação visual do Teatro Nacional São João, e do grupo de Teatro Ensemble no Porto.

Nos últimos anos, a partir da sua casa/atelier na Serra de Arga, João Nunes dedica-se à investigação e promoção da ligação entre o craft e o design como vector da criação de ligações sociais e afectivas. 

Image