Image
E006
Maria João Macedo

_

04.05.2020

Para este regresso trago uma designer de quem gosto muito. Pertence a uma nova geração de designers, mulheres, que tem vindo a ocupar um espaço bastante importante no contexto cultural da cidade do Porto. 


Maria João Macedo desde cedo definiu um caminho próximo da arte quer pela sua relação com o Sismógrafo quer pelo trabalho gráfico que vem desenvolvendo.


Apesar de todas as indefinições e incertezas que marcam o momento que vivemos, Maria João Macedo está a desenvolver a identidade para a próxima Bienal de Design de Istanbul. Um projecto que tem apresentado desafios sobretudo na adaptação que necessariamente tem que ser feita a uma nova realidade e a uma nova e mutante normalidade.


www.mariajoaomacedo.com/en/


Bio:

Maria João Macedo (Braga, 1986) tem desenvolvido a sua prática de design gráfico desde 2008 em torno do livro e da identidade visual. A sua abordagem dá prioridade ao conteúdo sobre a assinatura, onde o diálogo e a troca têm um papel fundamental. Trabalhando sobretudo com artistas, curadores e instituições culturais, o estúdio que dirige sob o seu nome é responsável pela nova identidade visual da Culturgest (desde 2018), a série de publicações dedicada à Coleção do Museu de Arte Contemporânea de Serralves (desde 2014), e vários livros com artistas como Von Calhau, Alexandre Estrela, Bruno Pacheco, Vasco Barata, Alberto Carneiro or Nairy Baghramian. É também membro fundador e responsável pelo programa editorial do Sismógrafo, um espaço independente dedicado à curadoria e apresentação de exposições de arte contemporânea, no Porto, desde 2014. É formada em Design de Comunicação (2008) e mestre em Design Editorial (2011) pelas Belas Artes do Porto.